Encontre aqui o seu hotel | Destino   Check-in   Check-out  
Chaves: Vidago Palace nomeado para prémios internacionais de luxo   Açores: Companhias «low cost» vão permitir 500 mil novos turistas por ano   Braga: Gastronomia é importante fator de atratividade   Figueira da Foz: Feira medieval de Buarcos capta turistas nas férias da Páscoa   Portugal: Páscoa: hotéis de Lisboa e ilhas com expectativas «mais elevadas»   Guimarães: Obras no Castelo duram até junho  

Faro: Viagens e turismo

Pesquisar
[X] Fechar
Arco do Repouso
Praia do Farol, ilha da Culatra
A capital do Algarve orgulha-se do seu centro animado, repleto de lojas, esplanadas, bares e restaurantes, assim como dos seus monumentos e museus de grande interesse e dos belos edifícios antigos, datando sobretudo dos séculos XVIII e XIX.

A razão disto é que, embora Faro se tenha tornado um importante porto e centro sob a ocupação romana, depois de ter sido uma aldeia de pescadores em tempos pré-históricos, sofreu o domínio dos mouros, foi saqueada e incendiada pelos ingleses no século XVI e enormemente danificada pelo grande terramoto de 1755.

Faro foi, em grande parte, reconstruída, e os melhores exemplos arquitectónicos podem ser vistos entre o centro da cidade e o Largo do Carmo, tais como o Palácio Bivarin.

Muitos locais são dignos de serem visitados: o Largo da Sé, com belos edifícios, o Paço Episcopal do século XVIII e a rica catedral; a Igreja de São Pedro, dedicada ao padroeiro dos pescadores e com um magnífico altar-mor barroco; o curioso Cemitério dos Judeus, do século XVIII; o Arco da Vila, construído no local de entrada de um castelo medieval no século XIX; o Arco do Repouso, de origem árabe, etc.

Também se podem visitar o Museu Municipal, num antigo convento e exibindo peças arqueológicas locais; o Museu Marítimo, com uma curiosa colecção de modelos de barcos, e o Museu Etnográfico, dedicado aos costumes tradicionais do Algarve.

Entre São Brás de Alportel e Faro, a pequena e pacífica aldeia de Estói é conhecida pelo seu surpreendente palácio em estilo rococó, que começou a construído em meados de 1840 e foi completado em 1909.

Os jardins exibem laranjeiras e palmeiras, fontes e estátuas, e há dois pavilhões, o da Casa da Cascata, com azulejos pintados em branco e azul, e, no terraço principal, a Casa do Presépio, com janelas de vidro colorido e fontes enfeitadas com ninfas e belos azulejos retratando cenas pastorais.

Perto de Estói, as ruínas romanas de Milreu datam dos séculos I e II e merecem uma visita, embora muitas das descobertas arqueológicas tenham sido transferidas para o Museu Municipal de Faro.




Ofertas especiais de última hora

Secções
Onde dormir (Faro)
28 unidades de alojamento (pousadas, hotéis, pensões, residenciais, motéis, apartotéis, apartamentos, aldeamentos, unidades de turismo rural e casas particulares).
Muitas das unidades listadas oferecem reservas electrónicas e descontos exclusivos para a internet, entre outras promoções.
O que fazer (Faro)
11 locais a visitar
Como chegar (Faro)
4 mapas detalhados
Onde comer (Faro)
26 restaurantes

Galeria fotográfica (Faro)
31 fotografias: papéis de parede (wallpapers) e postais
Publicidade
Destaque (Hotéis)
Hospedaria Frangaria Hospedaria Frangaria
Faro
Classe: $$ (30 a 50 euros)

A Hospedaria Frangaria está a 1,5 quilómetros do Aeroporto de Faro e a 5 km do centro da cidade. Oferece acesso Wi-Fi e estacionamento gratuitos, quartos asseados e um restaurante famoso entre os locais.
Ofertas especiais de última hora
Publicidade
Destaque (Restaurantes)
Al Cantaro Al Cantaro
Lisboa

Do Norte e do Sul, das planícies e das terras altas, das ilhas atlântidas dos Açores e da Madeira, de lendários e misteriosos conventos e mosteiros, de palácios e casas de barro, chegam até nós as comidas e bebidas mais afamadas, algumas de tradição centenária e receita secreta, perdidas e guardadas que foram na memória e na raiz dos tempos.